15 de nov de 2016

Scania realiza final brasileira do Scania Driver Competitions

Scania realiza final brasileira do Scania Driver Competitions

Muitas vezes a venda de um caminhão está atrelada à relação que a marca desenvolve com os motoristas. Para estreitar esses laços, nada melhor do que valorizar os profissionais da estrada. Ou, quem sabe, atrair a atenção deles com a possibilidade de concretização de um sonho. Foi isso que a Scania fez quando decidiu incrementar a disputa do Scania Driver Competitions, antes chamado de Melhor Motorista de Caminhão do Brasil. Mesmo diante das fracas vendas de caminhões no Brasil, a fabricante sueca promoveu esse ano mudanças importantes na competição. E a principal delas é a possibilidade de o vencedor conquistar um Streamline Highline R 440 6X2 zero-quilômetro na final da América Latina. Os três representantes foram apontados em evento ocorrido em 10 de novembro, em Queluz, interior de São Paulo. O que se deu melhor nas provas foi Eliardo Locatelli, um gaúcho de Carazinho que, na verdade, se tornou bicampeão – ele também levou o troféu na edição anterior, em 2014.

Leia também:
  • Scania lança o prêmio Scania Driver Competitions 2016
Além de Eliardo, os outros dois lugares do pódio foram ocupados pelo catarinense Ruy Hermes Gobbi e o baiano Luis Carlos dos Santos, segundo e terceiro colocados, respetivamente. Nos dias 26 e 27 de novembro, em São Bernardo do Campo, também em São Paulo, os três brasileiros enfrentarão os melhores motoristas de caminhão de Argentina, do Chile e do Peru, na disputa pelo caminhão novo. Para isso, Eliardo, Ruy e Luis encararam uma série de provas que incluíram desde avaliações teóricas sobre legislação, meio ambiente e condução eficaz até atividades práticas de manobras. Cada eliminatória contou com três motoristas, apenas um deles vencedor. Dos 27 presentes no dia da final, restaram nove. Estes, na sequência, fizeram nova rodada em trios até sobrarem apenas os três finalistas, que se enfrentaram em uma prova para derrubar quatro pinos vermelhos com a roda do caminhão, entre dois azuis e em quatro locais diferentes, no menor tempo possível.

Aos 35 anos, o bicampeão Eliardo Locatelli marcou presença em sua quarta final consecutiva na competição. “Levar duas de quatro tentativas é muito gratificante. As provas são difíceis e é preciso estar bem preparado e concentrado. Eu não ia concorrer, mas quando soube da chance de realizar o meu sonho de ter um caminhão próprio, decidir tentar”, comemorou o motorista da TransCastanho, do Rio Grande do Sul. Ruy Hermes Gobbi tem 49 anos, 28 deles dedicados às estradas e trabalha na Confiança Mudanças e Transporte. Já Luis Carlos dos Santos, de 31 anos, se dedica à profissão há seis, trabalha na TIC Transportes e participou pela segunda vez da competição. Na primeira, em 2014, sequer passou da etapa regional.

Os 27 melhores da final brasileira ganharam um curso presencial Master Driver Scania, com 40 horas de duração. Eliardo faturou ainda um prêmio no valor de R$ 40 mil; Ruy, de R$ 20 mil; e Luis Carlos, de R$ 10 mil. Mas esse valor deve ser gasto em compras na rede conveniada da Scania. Na final América Latina, o campeão levará o Scania R 440, o vice-campeão, um prêmio de R$ 25 mil, e o terceiro ganhará R$ 15 mil. Desde sua criação na Europa, em 2003, nascido como Young European Truck Driver, o Scania Driver Competitions reuniu mais de 300 mil motoristas de quase 50 países. O Brasil realizou a competição cinco vezes, em 2005, 2008, 2010, 2012 e 2014. O páis é atualmente o recordista mundial de participantes, com cerca de 215 mil inscritos. Por aqui, já foram oferecidas cerca de 45 mil horas de treinamento e 2.060 motoristas já ganharam cursos presenciais.


Autor: Márcio Maio (Auto Press)
Fotos: Divulgação

Marketing dos sonhos - Três brasileiros vão disputar a versão latinoamericana do Scania Driver

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Caminhões
Publicado em: 15 Nov 2016 14:30:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário