9 de nov de 2016

Conversível: conheça os detalhes do 124 Spider, da Fiat

Conversível: conheça os detalhes do 124 Spider, da Fiat

Alguns carros são históricos, verdadeiros clássicos, e estarão sempre no imaginário dos apaixonados por automobilismo. Para que haja toda essa identificação com veículo, ele deve ter a característica de ter marcado uma época, ter feito milhões de fãs no mundo inteiro e, sobretudo, ter se tornado um sonho de consumo, mesmo que atualmente. O Fiat 124 Spider une todos esses elementos, é um clássico da fabricante e está, novamente, sendo muito falado nos bastidores do mundo automotivo. Isso acontece porque o modelo, apenas de passagem, será uma das atrações da Fiat no Salão do Automóvel de São Paulo. Nesse ano, o carro completa meio século desde sua primeira parição popular, no Salão de Turin em 1966, junto de outras variações que pertencem a família 124 da Fiat.

Um carro histórico

A ideia de criar o Spider 124 nasceu após um momento conturbado da economia europeia, em 1964-65. Naquele momento, a indústria automotiva da região estava começando a se reconstruir em momento pós-crise de revitalização. Quando apresentado, o modelo chamou atenção pelo seu desenho esportivo e, sobretudo, versatilidade oferecida ao condutor. O design famoso foi feito pelo também notório estúdio Pininfarina, e o seu motor era 1.4 de 4 cilindros com potência de 91 cv com tração traseira. Em 1969, aconteceu algo muito importante para a difusão do carro, um passo fundamental para que se tornasse um clássico automotivo. A Fiat promove mudanças no veículo para que ele se adequasse as regulamentações e leis locais americanas. Nesse ano, a segunda geração do veículo começa a ser importada pelos Estados Unidos. Ele chega em solo americano com motor 1.4 ou 1.6 com potência de 111 cv e alcançando uma velocidade máxima de 180 km/h. Durante três anos, de 1969 a 1972, foram vendidos mais 27 mil unidades de Spider 124 nos EUA. Então, chegou ao mercado à terceira geração do carro, com motores 1.6 e 1.8, com até 120 cv. Indo de encontro ao sucesso do carro no mercado, começava também o sucesso do veículo nas pistas de corrida. As vitórias nas competições começaram a acontecer, justamente, em 1972. O 124 Spider Abarth foi preparado para competir e homologado para as ruas. Esse modelo tinha um motor extremamente potente, adaptado para alcançar grandes velocidades, com peças feitas em alumínio e fibras para reduzir o seu peso. Em 1982, foi fabricado e exportado para os EUA, e o país americano foi responsável pela compra de compra de 150 mil unidades dentre as 200 mil totais vendidas.

Reedição

Em 2015, a Fiat lançou um novo Spider 124. Ele manteve características importantes e fiéis ao modelo que serviu de musa, inspiração para o lançamento, o antecessor de 1966. Ele manteve a tração na traseira e motor com baixa cilindrada na frente, além da carroceria conversível. O carro também conta com o motor 1.4 turbo Multiair com 142 cv de potência e câmbio de 6 marchas manual para explorar a principal característica de um famoso carro esporte.
O carro também conta com o motor 1.4 turbo Multiair com 142 cv de potência e câmbio de 6 marchas manual para explorar a principal característica de um

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Lançamentos
Publicado em: 08 Nov 2016 16:56:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário